Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Vozes de um pedaço do meu dia

14.05.16, Alice Alfazema

Há dez anos que trabalho numa escola, este ano pela primeira vez estou no bufete, faço sandes, e mais sandes. Sinto na pele e nos músculos que a minha formação, aqui na escola, foi aproveitada e canalizada para o estômago. Por vezes isso dá-me azia. Hoje deixo-vos um pedacinho do que oiço no meu dia-a-dia, atrás de um balcão.

 

Bom dia! Dê-me uma sandes de fiambre! Quero um coisinho daqueles. Obrigada. Um café, por favor. Uma bolinha de manteiga, com muita manteiga. Obrigada. Um sumo, daqueles que você sabe. Uma sandes de queijo, metade para comer, metade para levar. Onde é que está a maionese, e frango, isto não tem frango nenhum. Quero um bolo. Um copo de leite com chocolate, com muito chocolate, e bem mexido. Um chocolate daqueles. Uma sandes do dia. Obrigada. Continazinha do meu coração. Um café pingado. Obrigada. Só há estes bolos?! Quero um café daqueles que tu sabes. Quero o bolo maior. Quero o pão mais pequeno. Um croissant com manteiga, com pouca manteiga. Um café sem princípio. Obrigada. Por favor. Quero um chá, dói-me a barriga. Obrigada. Você está sempre bem. Um chocolate pequenino. Quero um chá para a minha colega, ela está com pontadas no coração. Obrigada. Despache-se lá. Quero um bolo daqueles para estados de emergência. Um café cheio, não quero açúcar, mas quero colher. Obrigada. Uma sandes de queijo e fiambre, por favor. Obrigada. Uma maçã e um café, se faz favor. Um chá, mas com pouca água. Obrigada. Uma sandes de queijo fresco, mas tire-me o miolo do pão, por favor. Obrigada. Um gelado. Um garoto claro com espuma. Um café sem pingo. Dê-me um desses. O habitual, se faz favor. Olá! Bom dia! Uma torrada! Três tostas mistas. Um sumo fresquinho. Uma água daquelas. Dois cachorros, com tudo o que tenho direito. Um pastel de nata com canela. Os pastéis de nata hoje estão feios. Estou falido. Um chá para os nervos. Obrigada. 

 

Devo dizer-vos que isto tudo, e muito mais,  pode acontecer em menos de vinte minutos. :)

 

Alice Alfazema

 

 

 

11 comentários

Comentar post