Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Uma pergunta por dia: Quantos analfabetos políticos andam por aí?

09.11.14, Alice Alfazema

 Ilustração Marsha Gray Carrington

 

Retirado daqui.

 

O pior analfabeto é o analfabeto  político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas. O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe que da sua ignorância política nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos: o político vigarista, pilantra, o corrupto e lacaio dos exploradores do povo. 

Bertold Brecht, 1898-1956
 
 
 

Uma pergunta até ao final do ano, quem quiser responder esteja à vontade.

 

Alice Alfazema

 

1 comentário

Comentar post