Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Uma pergunta por dia: O vernáculo alivia a mente?

01.06.15, Alice Alfazema

 

 

Alivia a mente
Acalma a alma
Satisfaz a gente
E mete na ordem
Muita gente parva.

Utiliza-o o rico e o pobre
O roto e o engravatado
o plebeu e gente nobre
O farto e o esfomeado.

Vernacular é sublime expressão
desde o miúdo ao cinquentão
Do empregado ao patrão
A todos serve sem distinção

É da sogra e do cunhado
Da meretriz e da virtuosa
Do feliz e do mal-amado
Da malvada e da bondosa

Da malcomportada e da Donzela
Do mais requintado pintor
da menina e da tia dela
Do banqueiro ao canalizador

Todos sabem vernacular
É arte trazida à nascença
E ninguém se vai macular
Pois vernacular é marcar presença.

 

Resposta dada pelo Corvo

 

 

 

  Uma pergunta por dia, até ao final do ano, quem quiser responder esteja à vontade.

 

Alice Alfazema

2 comentários

Comentar post