Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Ucrânia

20.02.14, Alice Alfazema

O vento e o bosque falam. Falam de esperança, de um mundo melhor, de movimentos pela Paz, pela Liberdade, falam daquilo que deveríamos ter direito sem ser necessário impor. Na minha escola existem meninos ucranianos, não quero vê-los chorar, gostaria que o vento e o bosque trouxessem boas notícias que os fizessem sorrir.


O vento e o bosque falam,

Sussurram os juncos,

O barco vai com as vagas

Só no vasto mundo.

O barqueiro naufragado

Foi-se na corrente,

Cheio de água vai o barco

E ninguém o prende.

Até o mar azul alcança...

O mar soa bravo,

Os vagalhões brincam - dançam

Com os estilhaços.


Tarás Shevchenko, tradução de Wira Selanski


Retirado do blogue Ucrânia em África



Alice Alfazema