Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Marianne

23.09.12, Alice Alfazema
  Muitas vezes a história foi esquecida e há por vezes um pensamento geral de que as coisas são assim porque sim, sem outra explicação. A inércia em que se vive, esperando que os obstáculos sejam transpostos por anjos, e eis que os demónios do passado voltam.   " Olhe, camarada: quanto ao exercício da nossa profissão,  somos obrigadas, por vezes, a (...)