Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Dias de tigre

04.09.19, Alice Alfazema
  Pintura Sandrot   Há dias e dias, há dias de tigre, de fugir e ficar no mato, de subir e ficar à espreita. De rosnar e mostrar os dentes. De enfrentar e olhar nos olhos. Há dias em que é preciso fazer uso da camuflagem. De levantar a pata e sacudir quem estiver à frente. De descanso. De caçar as gazelas. De exibir um andar magestoso.  De voltar e deixar ir. 

Postal ilustrado - 2019

30.12.18, Alice Alfazema
  Ilustração Mar Azabal     É esta a completude dos dias Quando se reúnem sobre a cidade Os sossegos da nossa idade já meiga. São estas as palavras que ficam Desde o interior do nosso mais antigo nome.   É o inverno aberto de janeiro Com as árvores despidas e o frio azul, É o ano que começa no tempo que é nada, Os bolsos que se enchem de mãos, As casas que parecem mais juntas.   Por esta altura estarão a nascer As horas mais felizes das nossas vidas - bebemos chá (...)