Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Conversas da escola - Grande Pai!

10.10.18, Alice Alfazema
Eram exactamente três e meia da tarde, numa tarde de Outubro, com uma brisa fresquinha no ar, a professora deu feriado à malta do 5º ano, anda alegria no ar, gritinhos, boa, boa!   - Onde é que está a senhora da papelaria? - Está a lavar as casas de banho. - Mas eu tenho fome! Eu estou cheio de fome! Tenho fome. - Se tivesses em aula não podias estar a comer. - Mas eu tenho muita fome.   A malta só pode comer depois de comprar a senha na papelaria. Então, o menino saca do (...)

Conversas da escola - A zanga

13.01.17, Alice Alfazema
Um namoro aos onze anos em tempos de novas tecnologias:   - Então o que é que tens? Estás chateado com a namorada? - Acabei com ela ontem, mandou-me quarenta mensagens à meia-noite, mas já fiz as pazes, ela diz que não volta a fazer.     Alice Alfazema

Micro contos - Na fila do bacalhau

20.06.16, Alice Alfazema
No supermercado o pai andava às compras com os seus rebentos. Um no carrinho, ainda de chucha, o outro já grandinho entretinha-se a baralhar as placas que estavam na padaria, com o nome e o preço do pão. O pai sempre atarefado ao telemóvel, a criança pequena a gritar levemente, o pai ao telemóvel, a criança grande a andar de um lado para outro. O pai ao telemóvel. A criança pequena chateada com tudo aquilo. Todos na fila do pão. Todos na fila do bacalhau. O pai ao telemóvel.    (...)