Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Os olhos do músico

02.10.16, Alice Alfazema
  Os olhos do músico percorrem o palco, pairam sobre as partituras, lêem aquelas estranhas linhas escritas de forma emocional. Umas bailam, outras têm pausas, mais fortes, lentas, corridas, a passo. Vem o Dó, às vezes o Mi, querem todas voar por aquele espaço dourado. Quantos olhos já aqui vieram? Quantas mãos tocaram aqui? Quantos aplausos se (...)

A menina dos tímpanos

06.01.13, Alice Alfazema
    A sala em tons de dourado reflecte os gostos de outros tempos. O enorme lustro está suspenso no tecto. As paredes são forradas a tecido. As folhas em talha dourada. A escadaria tem um tapete fofo que cobre parte dos degraus. Nos patamares manequins estão vestidos com fatos que foram outrora sucessos. Nos camarins as mãos pousam no veludo rosa já gasto pelo tempo.   (...)