Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

De toda a parte e de lado nenhum

26.06.18 | Alice Alfazema | ver comentários (12)
 Gostava de ter favoritos mas não tenho. Sinto que é demasiado fácil ter-se favoritos. Um amigo favorito, uma cor favorita, um prato favorito. Ter-se favoritos é não investigar, não dar oportunidades aos outros, é ver apenas numa direcção, numa cor, num sabor. Go (...)

Os sonhos e os objectivos

13.06.18 | Alice Alfazema | ver comentários (2)
Deixaram de acreditar nos sonhos, agora chamam-se de objectivos, porque dizem que os sonhos são irreais, apenas os objectivos são passiveis de serem realizados.E o que pensa um pintor antes de pegar num pincel, como objectiva as cores, as imagens, é através do sonho que (...)

Uma lição de Direito

07.05.18 | Alice Alfazema | ver comentários (2)
  Uma manhã, quando nosso novo professor de "Introdução ao Direito" entrou na sala, a primeira coisa que fez foi perguntar o nome a um aluno que estava sentado na primeira fila:- Como te chamas?- Chamo-me Juan, senhor.- Saia de minha aula e não quero que voltes nunca (...)

E esta?

14.04.18 | Alice Alfazema | ver comentários (2)
  Precisamos de criar uma nova narrativa para África e trabalhar para promover uma melhor vida para todos os seres humanos. Não é sustentável existir uma diferença tão grande entre as nações desenvolvidas e os países mais pobres. 

As pessoas sensíveis

22.02.18 | Alice Alfazema | ver comentários (1)
 As pessoas sensíveis não são capazes De matar galinhas Porém são capazes De comer galinhas   As pessoas sensíveis não matam outras pessoas, nem gostam de guerras, nem de trabalho escravo, mas pelam-se por promoções e coisinhas baratinhas.  As pessoas (...)