Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

De toda a parte e de lado nenhum

26.06.18, Alice Alfazema
  Gostava de ter favoritos mas não tenho. Sinto que é demasiado fácil ter-se favoritos. Um amigo favorito, uma cor favorita, um prato favorito. Ter-se favoritos é não investigar, não dar oportunidades aos outros, é ver apenas numa direcção, numa cor, num sabor.   Gosto de demasiadas cores para ter uma de eleição, até porque há dias em que gosto mais de umas que de outras. Dá-me mais jeito. Gosto de comer diversos sabores, se tivesse um de preferência decerto que o enjoaria. 

Sentido da crítica

05.02.14, Alice Alfazema
O direito a ser humilhado parece-me um direito tão digno como o direito da vítima a dizer não. É um direito como outro qualquer. Existem bons países onde esse direito é comum e aceite, na Coreia do Norte até têm cãezinhos que dão dentadinhas de humilhação. Qual o problema? Nalguns países muçulmanos as mulheres têm o direito a ver o mundo por um bocado de pano. E daí? Não se preocupam com a depilação e outras coisas que tais. Há sempre o direito que nunca se endireita, (...)