Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

#diariodagratidao 08-04-2019

08.04.19, Alice Alfazema
  Estive a descascar favas, pela casa está o cheiro das favas feitas com entrecosto e chouriço, em cima um molho de cheiros, o cheiro deixa antever os sabores que se propagam pelo ar. Será a primeira vez este ano que as como.   Gosto de descascar favas, lembra-me sempre aquele momento...há muito tempo, quando eu ainda trabalhava numa fábrica e em que não havia telemóveis. Assim, estando eu a trabalhar sou chamada ao gabinete da chefe da fábrica, vou sem pensar naquilo que me (...)

Objecto estranho n√£o identificado

16.07.17, Alice Alfazema
  Querida mãe, querido pai. Então que tal?  Nós andamos do jeito que Deus quer  Entre dias que passam menos mal  Lá vem um que nos dá mais que fazer  Mas falemos de coisas bem melhores  A Laurinda faz vestidos por medida  O rapaz estuda nos computadores  Dizem que é um emprego com saída  Cá chegou direitinha a encomenda  Pelo "expresso" que parou na Piedade  Pão de trigo e linguiça pra merenda  Sempre dá para enganar a saudade  Espero que não demorem a mandar  Novidad (...)

Sem sombra

09.04.14, Alice Alfazema
Tenho sentido saudades dos recortes das palmeiras contra o azul do céu e do mar, foram-se assim silenciosamente, sem que ninguém desse por isso? Sinto que jamais verei a mesma paisagem e nem terei a mesma sombra fresca.   Alice Alfazema

Uma carta para S...

06.07.10, Alice Alfazema
"Já faz algum tempo que não me vês, sei que tens saudades. Preciso que reflitas em tudo o que se passou desde então, pensa na força que arranjas-te e julgavas não a ter, o quanto conseguiste ser determinada. Estou orgulhoso de ti. Não chores por mim, pois lá não estarei, a pedra é fria, se me quiseres encontrar, olha para as estrelas, sente o cheiro das flores e sente o meu toque através da brisa do vento e do calor do Sol. Quero que ponhas açucar na tua saudade por mim. (...)