Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Rosas

05.04.17, Alice Alfazema
    Por mais que te celebre, não me escutas, embora em forma e nácar te assemelhes à concha soante, à musical orelha que grava o mar nas íntimas volutas.       Deponho-te em cristal, defronte a espelhos, sem eco de cisternas ou de grutas… Ausências e cegueiras absolutas ofereces às vespas e às abelhas.     E a quem te adora, ó surda e silenciosa, e cega e bela e interminável rosa, que em tempo e aroma e verso te transmutas!       Sem terra nem estrelas brilhas, presa

Maio dia 24

24.05.14, Alice Alfazema
 ♥     Sensações...para lá da vida.   Põe na mesa a toalha adamascada Traz as rosas mais frescas do jardim Deita o vinho no copo, corta o pão Com a faca de prata e de marfim Alguém veio juntar-se à tua mesa Alguém a quem não vês mas que pressentes Cruza as mãos no regaço, não perguntes Nas perguntas que fazes é que mentes Prova depois o vinho, come o pão Ra (...)

Maio dia 6

06.05.14, Alice Alfazema
  Mais rosas. Estas dizem-me que parecem farófias, para mim parecem nuvens, daquelas que achamos que são fofas.   Um bom momento bom do dia, ir visitar o blogue da Cristina Torrão e ler esta frase:   "Saúdo-te, belo dia, possas-me tu dar força para fazer o bem, para que, ao serão, eu possa ir (...)

Maio dia 5

05.05.14, Alice Alfazema
  Hoje peguei na máquina fotográfica e fui colher rosas ao quintal do meu sogro, ele todo vaidoso quase que faz pose como as suas rosas fazem para mim. E fazes assim, é só regar, tiras as folhinhas secas, mexes a terra, as rosas são muito bonitas. Deixo aqui esta para que a apreciem, os conselhos estão na frase anterior.   Neste dia de Maio a minha amiga Luísa (...)

Maio dia 1

01.05.14, Alice Alfazema
♥     As rosas. Neste primeiro dia de Maio as rosas eram rainhas nas jarras da casa da minha mãe, levantava-se cedo para não deixar entrar o Maio, significa isto: não ficar preguiçoso durante um ano, neste dia celebra-se a festa da Primavera, as colheitas que hão-de vir.   Hoje levantei-me cedo, e vi o Sol entrar no meu quarto, lembrei-me dela, o seu corpo nasceu (...)