Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Personalidade

10.08.19, Alice Alfazema
  Personalidade supõe complexidade. Não há personalidade simples?     Textos Filosóficos . Vol. II. Fernando Pessoa (1906). (Estabelecidos e prefaciados por António de Pina Coelho.) Lisboa: Ática, 1968. - 147.  

Hoje apetece-me contar uma estória

05.08.19, Alice Alfazema
Nos idos anos 80, eu tinha uma vizinha que estava sempre zangada com o mundo, era com os vizinhos, era com os moços que faziam barulho, era com a mulher que atendia pessoas para resolver problemas espirituais, enfim andava sempre num frenesim de nervos.   Ela era baixinha e usava o cabelo muito curto, havia alturas em que o marido, instruído por ela vinha dar um berro aos moços que andavam por ali na galhofa. A malta fazia de propósito só para os arreliar, às tantas o homem (...)

Conversas da escola - As infiltradoras

12.05.18, Alice Alfazema
Por estes dias anda muita malta a infiltrar-se na fila do bar, geralmente são os grandotes. Vêm de fininho, assim de ladinho, e pumbas já está, rente ao balcão. - Infiltraste-te na fila? - Quem eu?! Acha?! - Sim. - Eu já estava aqui! - Então porque estás a levantar as sobrancelhas? É o primeiro sinal de quem mente! É involuntário, não consegues controlar! Ela tenta que as sobrancelhas baixem, mas parece que não resulta. -  Outra infiltradora faz o pedido. - E tu também! (...)