Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

5º mês do ano - Maio

01.05.17, Alice Alfazema
  Nascem rosas, os pássaros namoram nos ramos do arvoredo. Os rios correm suaves: é Maio. As flores salpicam as bermas das estradas, o sol aquece a tristeza. Há muita cor no ar. Os Homens continuam iguais.    É dia do trabalhador, de promoções nos supermercados, a corrida ao melhor preço, o alvoroço. A carnificina dos descontos. Que maravilha de compra, um bacalhau a metade do preço! Regado com azeite, com batata e ovo cozido. Os braços que cortaram as postas estão (...)

A lenda do entrecosto carnudo

27.09.16, Alice Alfazema
No ano do senhor de MMXVI, uma lindíssima dama vai às compras ao hipermercado Continente, tinha na sua mente fazer uma gostosa sopa de feijão com carne e legumes para o jantar. Apressa-se então a chegar ao talho e olha a vitrine recheada de carnes e promoções, que poderiam transformar-se em manjares de deuses. Haviam costeletas de suíno, frango do campo, lombo de porco, codornizes, entremeada, bife de vaca...e eis que chega o rapagão do talho, dentro da sua farda de quase (...)

Em fila

10.01.14, Alice Alfazema
    Ela diz assim: olha tenho uma novidade para vos dar, já arranjei um part-time, vou fazer limpezas duas horas por dia, ganho dois euros e oitenta à hora, fica em cento e tal euros. Já é uma ajuda, há quem não tenha nada, é para pagar um pouco da renda, o ordenado não chega para as despesas.    Eu poderia concordar, mas não concordo. Não concordo que se (...)