Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Micro contos - Naquela casa

22.06.17, Alice Alfazema
    Era uma vez uma casa, quem morava lá era muito feliz, sorriam muitas vezes durante o dia, tiravam muitas fotografias e estavam sempre atentos às noticias do momento. Todos os que moravam naquela casa tinham opinião sobre todos os assuntos, eram convictos naquilo que diziam, verdadeiros, activos nas mensagens de partilha. Havia o mundo deles e o mundo dos outros. O mundo deles era aquela casa.      Alice Alfazema

Mas as mulheres é que têm os filhos/a mulher para o lar

18.09.15, Alice Alfazema
    Ilustração Laura Perez      As galinhas para os ovos. O lobo para o capuchinho vermelho. O porco para a bifana. O peixe para o filete.     A ovelha para as camisolas. A águia para o Benfica. A cegonha para trazer os bebés. O pato para o quá quá.     O pombo para a caca nas varandas.  O ursinho para ajudar a fazer ó ó.   O sapo para príncipe. O cavalo para a ferradura da sorte. O veado para o cabide. A vaquinha (...)