Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Adorno

23.01.14, Alice Alfazema
  Um país de pobrezinhos tem a sua graça, podemos mostrar e demonstrar pormenores já esquecidos, vistos apenas nos livros e relatos. Ó turistas! Querem saber como consigo gerir a minha casa com o horripilante ordenado mínimo de Portugal? Venham cá senhores, que lhes dou da minha sopa e estadia no meu sofá. Será tão divertido, e podem tirar imensas fotografias, (...)

11.02.13, Alice Alfazema
  Há mais aqui.   A Nossa Crise Mental Que pensa da nossa crise? Dos seus aspectos — político, moral e intelectual?  A nossa crise provém, essencialmente, do excesso de civilização dos incivilizáveis. Esta frase, como todas que envolvem uma contradição, não envolve contradição nenhuma. Eu explico. Todo o povo se compõe de uma aristocracia e de ele mesmo. Como o povo é um, esta aristocracia e este (...)