Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Também há imagens que nos beijam?

18.08.18 | Alice Alfazema | ver comentários (1)
  Há palavras que nos beijamComo se tivessem boca,Palavras de amor, de esperança,De imenso amor, de esperança louca.   Palavras nuas que beijasQuando a noite perde o rosto,Palavras que se recusamAos muros do teu desgosto.   De repente coloridasEntre palavras sem cor,  

Um detalhe importante

01.11.17 | Alice Alfazema | ver comentários (2)
  Nós estamos acostumados a ligar a palavra morte apenas à ausência de vida e isso é um erro. Ao contrário, existem muitos outros tipos de morte, e se faz necessário morrer todo dia um pouco. Caso isso não aconteça, ficamos estacionados, parados num ponto, (...)

Voar através dos pensamentos? - um super-poder

15.08.16 | Alice Alfazema | comentar
 Ilustração  Cally Johnson-Isaacs  Estamos fartos das palavras? Estamos fartos de tudo? Talvez. Uns mais, outros menos. No entanto, ouvi alguém dizer que semeia flores na montanha, e diz com calma que alguém precisa de fazer esse trabalho. Há também quem reze, (...)

O aqui e o agora

29.06.16 | Alice Alfazema | ver comentários (2)
 Esta manhã foi a mais bela de todas as manhãs. Cheia de ti. Do teu brilho, do teu cheiro, do teu sorriso igual ao das maçãs. Ainda tenho nos (...)

Como vai o mundo?

30.05.16 | Alice Alfazema | comentar
 Ilustração  Lora Zombie  Vejamos como vai o mundo. Este vasto mundo que baila tão alegremente. Talvez não tanto quanto isso. Os jornais cansam. As notícias cansam. O mundo cansa. O mundo cansa porque está cansado. Conto, Nuvens, de António Tabucchi  Alice Alfazema