Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Venerar ossos

06.10.10, Alice Alfazema
As pessoas não devem venerar os meus ossos...nós habitamos nos nossos corpos e depois mudamo-nos.   Albert Einstein