Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Já agora, deixo-vos uma pergunta: o que é ser Mulher?

08
Mar24

IMG_20240219_083320.jpgPodem responder, de vossa justiça, nos comentários. 

As mulheres educam as suas crianças, e as dos outros, para o presente ou para o futuro?

Se as mulheres, as que estão em cargos de primeira linha e as outras - fundamentalmente todas as outras -, fossem mais activas civicamente, os conflitos mundiais poderiam assumir um outro cenário? Como seria se assim fosse? 

A fotografia é de uma ameixeira que encontro todos os dias pelo caminho:

De original não tem nada:
nívea de pétalas e de feição,
de cinco folhas asada,
quantos os dedos da mão.

Par de tanta flor afim,
podia seduzir com o odor,
mas nem mesmo assim:
não tem cheiro esta flor.

Então, o que enfim cativa,
que impressão nos deixa?
Tão-só na boca a saliva,
que lembra o mel da ameixa…

O poema é João de Sousa Teixeira, retirado daqui.

 

Feliz dia da Mulher!