Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Ouvido

10.09.18, Alice Alfazema
    O viajante recebe da cobra um amuleto. Aprende o riso dos mortos, das pedras ouve a música. Roubado em seu segredo o viajante desaparece. A cobra muda de veste, o homem perde o corpo.     Poema de Edimilson de Almeida Pereira