Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

O melhor de 2014

29.12.14, Alice Alfazema
  Podemos falar sem palavras? O melhor de 2014, sei lá! Foram tantas as coisas que me é inútil escolher algo que seja considerado o melhor, para mim o melhor é utópico, nada existe sem um conjunto, e desse cada parte é um todo daquilo que se viveu, não posso dividir o ano em pedaços, desfaze-los e escolhe-los. É-me portanto (...)