Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Na hora da tortura

15.08.18, Alice Alfazema
  Quando eles dizem que eu cheiro a rato, sou obrigado, sou obrigado! sem dó nem piedade a ir para a banheira. Fazem-se de bonzinhos e compram shampoo com cheirinho bom e esfregam-me com a esponja, até eu estar completamente exausto e mudar de cor. Malvados! Hei-de esfregar-me vezes sem conta nos locais mais imundos que conheço até adquirir o castanho encardido do meu precioso pêlo.       Ginjas o revoltado, e o cão mais ecológico no que respeita à poupança da água.