Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

A última viagem

29.05.17, Alice Alfazema
Hoje trago-vos mais uma crónica do Janeka, esta surge no Nordeste brasileiro:     A última viagem       A casa mortuária não tinha a iluminação soturna que convém a um velório. Era de um néon excessivo e frio das modernas velas elétricas. Das velas antigas, de cera, com a mesma cor do defunto, estavam acesas apenas meia dúzia, mas pouco brilhavam. Limitavam-se a decorar o entorno (...)