Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Março dia 15 - Mulheres conserveiras

15.03.17, Alice Alfazema
        Na fábrica de Leça da Palmeira, as operárias mais velhas são mais valiosas. Naqueles balcões aprenderam a enlatar à mão e a trabalhar com as máquinas.   São apenas quatro peixinhos numa lata, mas cada um importa na imensa cadeia de produção da fábrica de conservas mais antiga de Portugal, em Matosinhos. Dos carregadores às técnicas de controlo de qualidade, as sardinhas passam por muitas mãos até chegarem à mesa.   As sardinhas não entram na lata sem serem (...)