Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Fruta

20.05.20, Alice Alfazema
  Se há coisa da qual não abdico é de fruta, todos os dias como fruta, gosto de ver as fruteiras cheias dando cor à cozinha, talvez goste menos de maçãs, a que chamo de pêros, para mim maçãs são as reinetas e as riscadinhas, tudo o resto são pêros. Comer fruta é um ritual mundano, que nos trás todo o sabor conseguido pelos raios de sol, acalenta o paladar, tranquiliza uma refeição, é tema de conversa, é prenda de amigos. Quanto melhor a fruta maior é a felicidade ao (...)

Morangos

25.03.17, Alice Alfazema
  Ilustração Sarah K. Lamb       No começo do amor, quando as cidades nos eram desconhecidas, de que nos serviria a certeza da morte se podíamos correr de ponta a ponta a veia eléctrica da noite e acabar na praia a comer morangos ao amanhecer? Diziam-nos que tínhamos a vida inteira pela frente. Mas, amigos, como pudemos pensar que seria assim para sempre? Ou que a música e o desejo nos conduziriam de estação em estação até ao pleno futuro que julgávamos mere (...)