Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Conversas da escola (1)

01.04.11, Alice Alfazema
- Vais para a aula? Já está na hora. - O que vou lá fazer? Ando sempre a mudar de escola. - Porquê? - O juiz não gosta de mim; não tenho ninguém; onde gosto de estar é na escola; -... - Só tenho amigos e, os meus amigos estão na escola. - ... - Só tenho amigos, é o melhor que eu tenho. - Então tens sorte...Tens amigos.   O que mais se pode dizer, a alguém, que,só tem catorze anos?   Alice A.

Português Clarinho

16.10.10, Alice Alfazema
Aconselho vivamente! A todos os que se dedicam e fazem discursos políticos, leis e outras coisas do género... a consultarem esta empresa: Português Claro   Assim todos nós, ficaríamos sem duvidas, sobre aquilo que se escreve e se fala neste país. Parece que há diversos dialectos, interpretados como bem convém e sempre escritos da maneira que dá mais jeito.

Cantem, cantem...que a vida vai melhorar...

03.10.10, Alice Alfazema
    "Canta, Canta, Minha Gente"    Martinho da Vila Canta, canta minha gente Deixa a tristeza pra lá Canta forte, canta alto Que a vida vai melhorar Cantem o samba de roda O samba-canção e o samba rasgado Cantem o samba de breque O samba moderno e o samba quadrado Cantem ciranda e frevo O coco, maxixe, baião e xaxado Mas não cantem essa moça bonita Porque ela está com o marido do lado Quem canta seus males espanta Lá em cima do morro ou sambando no asfalto Eu (...)

Franqueza:Sinceridade

23.08.10, Alice Alfazema
- Mas então, a sinceridade não tem valor para ti - protestei. - Claro que tem, Damião. O que se passa é que me recuso a instituí-la por decreto. - E como é que há-de surgir esse mundo que tu e eu desejamos? - À medida que o tempo e a vida forem passando, vai acontecer, e já está a acontecer-te, que te cruzarás com pessoas com as quais te sentes tão livre que não terás necessidade de mentir. Encontrarás pessoas às quais permitirás serem como são, a tal ponto que elas (...)