Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Ou isto ou aquilo

13.05.18 | Alice Alfazema | comentar
  Ilustração Monica Garwood    Ou se tem chuva e não se tem solou se tem sol e não se tem chuva! Ou se calça a luva e não se põe o anel,ou se põe o anel e não se calça a luva! Quem sobe nos ares não fica no chão,quem fica no chão não sobe nos ares. É (...)

Filos

16.12.15 | Alice Alfazema | ver comentários (3)
  Ilustração Michael Cheval Não são necessários templos nem complicadas filosofias. A nossa própria mente e o nosso coração são o (...)

Se

02.05.15 | Alice Alfazema | ver comentários (2)
Ilustração Yiyong Zhu Se alguém estiver a observar-te, consegues fugir dessa pessoa, mas se ninguém estiver a observar-te, não consegues fugir de ti próprio.  Shunryu Suzuki   Alice Alfazema

Puro e simples

01.11.12 | Alice Alfazema | comentar
 (...) não existe tal coisa como um facto puro e simples. Todos os factos são desde a sua origem seleccionados de um contexto universal pela actividade da nossa mente. (...)

Hoy

14.08.12 | Alice Alfazema | comentar
"Hoy quiero dedicarte una hermosa melodía...Escribiré con letras los sonidos...Usaré palabras que deleiten tus oídos... Como únicos instrumentos, tomaré mi pluma y (...)

Todos sangramos vermelho

28.11.10 | Alice Alfazema | comentar
 Talvez eu não saiba escrever uma frase, ou mesmo uma palavra Mas isso significa que você pode-me pressionar contra a parede? Talvez eu não leia tão bem quanto o resto da turma, Mas isso significa que você pode-me fazer tropeçar? Talvez eu não consiga chutar uma (...)

Sonho

07.05.10 | Alice Alfazema | comentar
  Aquilo que você deixa incompleto precisa de ser completado em sonhos. Aquilo que você não vive permanece sob a forma de uma preocupação e completa-se na mente - é nisso mesmo que consiste um sonho. Osho