Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Micro contos - O Amor

05.04.20, Alice Alfazema
  Ilustraçao Angelo Ruta     Afinal o Amor já não é uma coisa de gente lamechas, afinal o Amor já pode mover montanhas, afinal o Amor é importante, afinal o Amor faz falta, afinal sentimos falta do Amor.  O Amor nas suas mais variadas emoções, o amor ao próximo, a amizade, a empatia, o altruísmo, a dedicação, a presença, a lembrança, a preocupação, o bem-querer...    

Coisas do nosso tempo - TAP Air Portugal

03.04.20, Alice Alfazema
  Ó mar salgado, quanto do teu sal São lágrimas de Portugal!     Por te cruzarmos, quantas mães choraram, Quantos filhos em vão rezaram! Quantas noivas ficaram por casar Para que fosses nosso, ó mar!     Valeu a pena? Tudo vale a pena Se a alma não é pequena.     Quem quer passar além do Bojador Tem que passar além da dor. Deus ao mar o perigo e o abismo deu, Mas nele é que espelhou o céu.     Poema Fernando Pessoa, in Mensagem, 1934     Já foram e já vieram e (...)

Diário dos meus pensamentos (2)

As árvores

21.03.20, Alice Alfazema
Hoje é o dia Mundial da Árvore. As árvores são seres que adoro. Quando eu era miúda era fascinada por uma árvore que tinha metade da raiz fora da terra, ficava num pequeno barranco, haviam escavado metade do terreno onde estavam as suas raízes, metade delas ficaram expostas a tudo, a outra metade continuou a agarrar-se como podia, foram anos a viver dessa forma, quem olhasse para a árvore sem sequer baixar os olhos para as raízes, diria que tudo aquilo era normal, ou seja, os (...)

Dezembro - Dia 23 - Trocar

23.12.19, Alice Alfazema
Ilustração  Jim Warren   Trocar, o que trocamos? Experiências, tempo, dinheiro? Ou trocamos a vida pela morte? Antes da troca há a resolução de problemas, que no fundo a pouco nos levam. Se a troca mais importante é a da vida pela morte, porque demoras tanto tempo para começar a viver?