Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Menina, moça,mulher

09.07.12, Alice Alfazema
    A menina dorme. Sossega enfim. A noite é enorme. Não chega p’ra mim… Quero inda mais grande A noite que há Para que eu não ande Onde nada está. Que a menina quer  Dormir sossegada… Sonha malmequer, Muito, pouco, nada.       Fernando Pessoa     Alice Alfazema