Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Dias de vento e com os ventos

20.09.20, Alice Alfazema
   O meu olhar de tanto marfixou-se numa nuvem de vento.Dispo-me de gaivotasquando é o teu olhar com asasque me solta e agarra,pois dois sentidos morampara além de nós,nos habitam e esperamsentados aos tropeçõesdentro dos nossos corpos.São aves de muitas ondas,as que nos beijam.A hora chegou com o seu gume.Amor,volto a partir com os ventos.    Poema de Lília Tavares, in Parto com os ventos     

Uma viagem de Traineira

( a todos os trabalhadores do Mar)

13.09.20, Alice Alfazema
  Se a minha avó materna fosse viva, faria hoje cento e três anos, uma mulher de garra, activa, que nasceu no tempo da grande pandemia, que teve dois filhos na época da Segunda Guerra Mundial, que trabalhou sempre na indústria conserveira, desde os seus nove anos de idade, que andou descalça, que passou fome, que manteve sempre o  seu sorriso e o seu optimismo até ao final.  É à sua memória que recorro sempre que preciso de me orientar.  As pessoas não morrem e desaparecem (...)

Farol

14.08.20, Alice Alfazema
  Debruado numa nesga de terra ergues-te altaneiro e vigilante sobre o mar calmo ou revoltoso irradiando a salvífica luz oscilante.       Desde tempos imemoriais resgatas do destino incerto a precária condição dos mortais que ousam cruzar o mar aberto.     O que seria de quem incessantemente procura conhecer o mundo sem o clarão precioso da esperança de chegar a bom porto, finalmente.     Poema Daniel Bastos, in Terra, Farol de Luz    

Inveja

25.07.20, Alice Alfazema
Ilustração Amy Grimes   Eu tenho sempre inveja das gaivotas que fazem voos rasantes às ondas e refrescam as suas penas naquela água espumosa. Não é inveja boa nem inveja má. É inveja pura! Eu queria poder fazer aquilo e divertir-me como elas. E poder ficar a boiar nas correntes marinhas até me apetecer, sem relógio, sem hora para dormir nem acordar. Chegar e partir sem bagagem. Desapego total.