Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Danzón No. 2

04.04.18 | Alice Alfazema | comentar
    Se todos funcionássemos como uma orquestra saberíamos certamente onde nos colocar e saber ler na pauta o valor de cada um. Toda a gente saberá que existem instrumentos que se destacam e que em contrapartida outros apenas exercem um simples batuque, nota, som, (...)

Eu sou filho do mistério e do silêncio

06.01.18 | Alice Alfazema | ver comentários (4)
      Eu sou Maior do que era antes Estou melhor do que era antes Eu sou filho do mistério e do silêncio Somente o tempo vai me revelar quem sou     As cores mudam As mudas crescem Quando se desnudam Quando não se esquecem Daquelas dores que deixamos para trás Sem (...)