Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

#diariodagratidao 29-04-2019

29.04.19, Alice Alfazema
  Ilustração Monica Garwood       Sua vida é sua vida Não deixe que ela seja esmagada na fria submissão. Esteja atento. Existem outros caminhos. E em algum lugar, ainda existe luz. Pode não ser muita luz, mas ela vence a escuridão Esteja atento. Os deuses vão lhe oferecer oportunidades. Reconheça-as. Agarre-as. Você não pode vencer a morte, mas você pode vencer a morte durante a vida, às vezes. E quanto mais você aprender a fazer isso, mais luz vai existir. Sua vida é (...)

É Natal outra vez

24.12.18, Alice Alfazema
    Roubei esta fotografia à miúda. Não me dei ao trabalho de fotografar, os olhos dela trazem aquilo que vejo.    Antigamente quando eu era miúda via o Natal em tons de azul bébé, para mim o Natal vinha com essa cor, a festa era sobre um nascimento de um bébé, um menino, depois havia a surpresa das prendas, que chegavam apenas após o nascimento do Menino, na manhã de Natal. Era uma sensação suave e boa, como se aquele bébé fosse de toda a gente. Tínhamos toda a gente, (...)

"A luz é a sombra de Deus!"

20.12.17, Alice Alfazema
    Faz-se luz pelo processo  de eliminação de sombras  Ora as sombras existem  as sombras têm exaustiva vida própria  não dum e doutro lado da luz mas no próprio seio dela  intensamente amantes loucamente amadas  e espalham pelo chão braços de luz cinzenta  que se introduzem pelo bico nos olhos do homem      Por outro lado a sombra dita a luz  não ilumina  realmente os objectos  os objectos vivem às escuras  numa perpétua aurora surrealista  com a qual não (...)

Somos feitos de pó de estrelas

22.03.15, Alice Alfazema
Ilustração Pablo Jurado Ruiz   Notas que há em ti uma certa saudade em voar, em pairar num céu imenso, num vazio esplêndido de caminhos celestes, que te podem levar a outras paragens e que sentes também como tuas. É o pó de estrelas que há em ti.   Somos feitos da mesma matéria que as estrelas e os amores-perfeitos Somos feitos de pó de estrelas   Trata todas as estrelas como se fossem irmãs sejam elas gigantes (...)