Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Porque é que tenho de ir para escola?

16.12.10, Alice Alfazema
Lembrem-se sempre, de que as coisas maravilhosas que aprendem na escola, são o fruto do trabalho, de muitas gerações. Tudo isso é deposto nas vossas mãos como um legado, para que as recebais, honreis e acrescentareis e, um dia, as deponhais fielmente nas mãos dos vossos filhos.    Albert Einstein