Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Queridos jovens...

20.06.17, Alice Alfazema
De jovens estou a referir-me a malta entre os 16 e 20 e poucos anos. Não deixem nas mãos dos outros os vossos destinos. Não deixem nas mãos dos outros o Vosso Planeta e o Vosso País. Envolvam-se na sociedade civil, façam valer as vossas ideias e os vossos ideais. Entrem na vida política, mandem à fava os que vos dizem que não têm experiência. Precisamos de ideias novas! De sangue novo! De gente com garra! Não se resignem! Informem-se. Actuem nas mais variadas áreas, sigam os (...)

Agarra o teu Sol

04.07.12, Alice Alfazema
  O bombardear constante do negativismo faz-me ficar azeda, e eu não quero ser assim. Quero agarrar o sol a cada dia que passa e poder usar essa luz.   Aos jovens, à Patrícia, ao André, ao João à Joana e  a todos os outros, eu gostaria de dizer:  Não se deixem levar pelos desânimos dos outros pelas suas amarguras e pelos seus fracassos. Vivam o vosso próprio (...)

Conversas da escola (5)

15.04.11, Alice Alfazema
Metade da turma contra a outra metade, grande algazarra.   - Que exemplo, aqui aos gritos, no meio do pátio... - Tem razão...desculpe... - Peçam desculpa uns aos outros... - Isso é que não pode ser... - ... - Tudo bem, vamos discutir por SMS!!! - ...  

Numa sexta-feira 13...

14.08.10, Alice Alfazema
Hoje sexta-feira 13, fim de noite inesquecível... Pelas ruas da vila tocou-se música, bebeu-se moscatel e houve alegria no ar. Aprendi com aqueles jovens que trazem o gosto da tradição, que para rezar não é preciso repetir palavras.   A música é uma forma de oração, o esforço de um trabalho também. Deus não se visualiza, Deus sente-se, cheira-se e saboreia-se. Deus não é forma de vida, Deus é vida é cor, é som, é tacto, é conseguir vislumbrar no sabor de uma fruta (...)