Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Geração COVID-19?

Ou lá o que isso é...

03.01.21, Alice Alfazema
Imaginemos uma rua onde há alguém bisbilhoteiro e que gosta de espalhar o boato. Imaginemos isto a nível nacional. E agora a um nível global. Está instalada a confusão.  Nunca foi tão difícil criar um filho como agora, pois para além dos pais, há todos os outros criativos que inventam o que é educação. Espalhando o terror sobre as ansiedades, as paranóias e os medos. Diz-se agora que existe uma geração covid, portanto o que se passou - nos últimos meses - vai definir (...)

Queridos jovens...

20.06.17, Alice Alfazema
De jovens estou a referir-me a malta entre os 16 e 20 e poucos anos. Não deixem nas mãos dos outros os vossos destinos. Não deixem nas mãos dos outros o Vosso Planeta e o Vosso País. Envolvam-se na sociedade civil, façam valer as vossas ideias e os vossos ideais. Entrem na vida política, mandem à fava os que vos dizem que não têm experiência. Precisamos de ideias novas! De sangue novo! De gente com garra! Não se resignem! Informem-se. Actuem nas mais variadas áreas, sigam os (...)

Agarra o teu Sol

04.07.12, Alice Alfazema
  O bombardear constante do negativismo faz-me ficar azeda, e eu não quero ser assim. Quero agarrar o sol a cada dia que passa e poder usar essa luz.   Aos jovens, à Patrícia, ao André, ao João à Joana e  a todos os outros, eu gostaria de dizer:  Não se deixem levar pelos desânimos dos outros pelas suas amarguras e pelos seus fracassos. Vivam o vosso próprio (...)