Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Coisas do nosso tempo - Bento Rodrigues

19.02.20, Alice Alfazema
    “Começamos este jornal com o rosto do carácter, da coragem e da lucidez. A coragem de ser o primeiro futebolista em Portugal e um dos poucos no mundo a abandonar um jogo depois de ouvir insultos racistas. O carácter de desafiar os que o tentaram travar sem perceberem que já não era sobre um jogo de futebol, nem sobre o resultado, mas sobre o que nos define enquanto civilização. A lucidez de saber que este é o momento que define um homem, que esta atitude vai muito para (...)

Notícias de Verão - Tubarão na Serra da Arrábida

25.07.17, Alice Alfazema
Atenção. Foi avistada uma tintureira, peixe da família do tubarão. Foi avistado um tubarão na praia da Albarquel, zona de Setúbal, nas fraldas da Serra da Arrábida, local que fica entre o rio e o oceano. Foi avistada uma tintureira com meio metro de envergadura, repito meio metro de envergadura, e estava na água a passear, não usava protector solar nem tinha chapéu de sol. Muita atenção senhores banhistas, cuidado com as unhas dos pés, a atenção deve de ser redobrada a quem (...)

A coisa do momento

07.09.15, Alice Alfazema
As notícias do momento, a importância da actualização constante daquilo que se passa a cada instante. Por todos os lados. De baixo para cima, de cima para baixo. Agora um passado distante são apenas de uns meros dois anos. O momento é então elevado ao pormenor, dissecado com artes de mercador. Abandonam-se as notícias de ontem, como se já estivessem resolvidas, trocam-se pelas novas, que são velhas por dentro. Tornam-se assim na coisa do momento. E cada momento tem que ter uma (...)