Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Notícias de Verão - Tubarão na Serra da Arrábida

25.07.17, Alice Alfazema
Atenção. Foi avistada uma tintureira, peixe da família do tubarão. Foi avistado um tubarão na praia da Albarquel, zona de Setúbal, nas fraldas da Serra da Arrábida, local que fica entre o rio e o oceano. Foi avistada uma tintureira com meio metro de envergadura, repito meio metro de envergadura, e estava na água a passear, não usava protector solar nem tinha chapéu de sol. Muita atenção senhores banhistas, cuidado com as unhas dos pés, a atenção deve de ser redobrada a quem (...)

A coisa do momento

07.09.15, Alice Alfazema
As notícias do momento, a importância da actualização constante daquilo que se passa a cada instante. Por todos os lados. De baixo para cima, de cima para baixo. Agora um passado distante são apenas de uns meros dois anos. O momento é então elevado ao pormenor, dissecado com artes de mercador. Abandonam-se as notícias de ontem, como se já estivessem resolvidas, trocam-se pelas novas, que são velhas por dentro. Tornam-se assim na coisa do momento. E cada momento tem que ter uma (...)

O voo MH17 e os outros voos

20.07.14, Alice Alfazema
  Ilustração Wiebke Petersen   As pessoas ficaram impressionadas, falam nas ruas, nas redes sociais e noutros locais, sobre o abate de um avião comercial na Ucrânia, 80 crianças iam lá dentro. Quantas outras são no entanto abatidas TODOS OS DIAS sem que ninguém se impressione? Isto é que me impressiona, será que a vida tem vários valores, que valha conforme o local que habitamos? Impressiona-me (...)

Vozes

13.12.13, Alice Alfazema
  Estamos todos tão fartos desta segregação social, que nos obriga a esforços radicais, tão fartos das notícias dos jornais e das revistas, dos programas de TV tão iguaizinhos uns aos outros.   Queremos ser livres e a liberdade escoa-se pelo tempo gasto no dia-a-dia. Parece que há esforços mais esforçados, parece que há gente mais inteligente que apesar das (...)