Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

#diariodagratidao 26-02-2019

26.02.19, Alice Alfazema
  Ilustração Fredrik Rättzén       Na cidade  há um jardim  e no jardim um canteiro  e no meio do canteiro  está cavando o jardineiro.  A terra suja-lhe os pés,  rasgam-lhe rosas as mãos,  as dálias roçam-lhe a cara  quando se dobra para o chão.  Há um jardim na cidade  e no jardim um canteiro;  quem vê as flores que lá estão  não pensa no jardineiro.      Poema  Luísa Ducla Soares       

Eu estou aqui

09.04.14, Alice Alfazema
    Pobres das flores dos canteiros dos jardins regulares. Parecem ter medo da polícia... Mas tão boas que florescem do mesmo modo E têm o mesmo sorriso antigo Que tiveram para o primeiro olhar do primeiro homem Que as viu aparecidas e lhes tocou levemente Pa (...)