Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Micro contos - A janela

25.01.16, Alice Alfazema
Ilustração Chris Van Allsburg   Dei por mim a olhar a paisagem que via daquela janela, não sei o que vi. Olhei para o passado, estive no presente ou imaginei o futuro.     Alice Alfazema    

Fumo

19.07.14, Alice Alfazema
Pintura José Ferraz de Almeida Junior    E vejo este mundo com cheiro de tabaco reles, o cheiro a queimado que vem do ar emana das atrocidades que se dispersam pelo mundo. Olho o tempo que passa sem pressa de ser levado. Tenho nele um aliado, o que hoje me magoa amanhã é uma bênção. Olho o sol que se põe por entre as árvores que povoam o meu imaginário, vejo então aquelas pessoas que se foram e apenas ficaram nas fotografias, cumprimento-as, trazem-me afectos nas brisas. Quero (...)

Coisas dos dias

03.06.14, Alice Alfazema
  Dias às cores.   Quando abro cada manhã a janela do meu quarto É como se abrisse o mesmo livro Numa página nova…   Mário Quintana   Alice Alfazema