Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

O conforto da indiferença

10.04.14, Alice Alfazema
Andei muito, sempre apressado, ciente de que, mesmo correndo, a sociedade me deixaria para trás. E assim é. Das maneiras à mecânica, dos biplanos aos milagres da Medicina, das conversas de café às amizades do Facebook, foi incrível a reviravolta, devem ser muitos os que, como eu, ressentem uma desagradável sensação de desnorte.  Sou de uma das gerações criadas na bela ilusão do ideal solidário, de amanhãs tão soalheiros que, tribal ou mundial, nenhuma guerra teria horror (...)