Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

O que é felicidade hoje?

09.09.18, Alice Alfazema
  Ilustração  Celine Loup        "Não gosto muito da palavra felicidade, para dizer a verdade. Acho que é, inclusive, uma ilusão mercadológica. O que a gente pode estudar são as condições do bem-estar. A sensação de competência no exercício do trabalho, já se sabe, é a maior fonte de bem-estar, mais que a remuneração. Nós temos um ideal de felicidade um pouco ridículo."      Contardo Calligaris .

Desilusões

02.03.13, Alice Alfazema
  Quando a desilusão acontece ramificam-se as explicações e os autores de isto e daquilo é aí que ela aumenta e cresce. Cresce de uma forma desmesurada, tais tentáculos esvoaçantes que abarcam e açambarcam ilusões e esperanças. Então dás por ti a verificar que nada acontece por acaso, mas apenas porque as ramificações sociais são um poderoso polvo que leva (...)