Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Dezembro - Dia 14 - Feliz

14.12.19, Alice Alfazema
  Feliz, feliz é sorrir sem perguntar porquê, sem que haja razões de maior. Ser feliz é uma arte, que não pode ser ensinada, apenas recolhida das migalhas do sonho, da esperança, da coragem, do vazio que se preencheu depois de conhecer a bravura, como um guerreiro, que parte sem saber. Ser feliz é assim, não sabemos ao que vamos, interessa é ser.     Ilustrações Diane Duda  

Alicinha Contina hoje não foi à escola!

29.11.19, Alice Alfazema
  Alicinha Contina hoje não foi à escola, é sexta-feira e aproveitou a greve do pessoal não docente para fazer um fim-de-semana grande e como é dia de  Black Friday, vai aproveitar e gastar o seu salário mínimo em grandes compras, procura essencialmente um abafador de som, comprimidos para as dores ou pomadas, ou até consultas de fisioterapia ou afins em pacotes de desconto.        A Alicinha tem um emprego para a vida, com um aumento salarial também para a vida, porque (...)

Gosto de...

20.11.19, Alice Alfazema
  Gosto de andar voando na amizade a correr com modos de feiticeira       ou de anjo sem o ser torvelinho à sua beira corsária do meu bem-querer       A quem me tem amizade empenhada no saber de poetisa-corsária       vou de faim à cintura defender a liberdade a paixão e o poema o desejo, a lealdade     Com a poesia na fala as minhas asas e a alma       Poema de Maria Teresa Horta    As ilustrações são de Shirin Shabá (...)