Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Curas de sono

e limpeza astral

22.07.21, Alice Alfazema
  Digo-vos meus amigos, que a melhor maneira de viver esta vida é com muita calma e tranquilidade, a isto podemos e devemos juntar as sestas rápidas, curtas, ou prolongadas, o importante é ir fazendo várias ao longo do dia. A alimentação deve ser feita pelo dono preferido com os melhores ingredientes e ao gosto canino, o local de retiro deverá dar a maior abrangência sobre o que se passa na casa de forma a estar-se o mais informado possível com o menor esforço despendido. (...)

Fotógrafos de Natureza - Daniel Řeřicha

28.08.19, Alice Alfazema
  Como um vento na floresta, Minha emoção não tem fim. Nada sou, nada me resta. Não sei quem sou para mim.       E como entre os arvoredos Há grandes sons de folhagem, Também agito segredos No fundo da minha imagem.     E o grande ruído do vento Que as folhas cobrem de som Despe-me do pensamento: Sou ninguém, temo ser bom.     Fotografias Daniel Řeřicha      Poema de Fernando Pessoa