Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Corações

14.12.10, Alice Alfazema
"Um dia, um pensador indiano fez a seguinte pergunta aos seus discípulos: - Por que as pessoas gritam quando estão aborrecidas? - Gritamos porque perdemos a calma, disse um deles. - Mas por que gritar quando a outra pessoa está ao teu lado? Questionou novamente o pensador. - Bem, gritamos porque desejamos que a outra pessoa nos ouça! Falou outro discípulo. E o mestre volta a perguntar: - Então não é possível falar-lhe em voz baixa? Várias outras respostas surgiram, mas nenhuma (...)