Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Almocinho de domingo

20.06.21, Alice Alfazema
Durante muitos anos a minha alimentação foi essencialmente à base de peixe, peixe bem fresco, acabado de pescar pela madrugada, lá em casa era raro comer-se peixe ou carne congelada. A não ser quando o velho lobo do mar chegava da Mauritânia e trazia garoupas, pargos rosados, lagostas, corvinas, cada posta ultrapassava largamente o diâmetro do prato, nessa altura eu não sabia o quanto era privilegiada por ter à mesa destes manjares, desconhecia completamente o que era carne com (...)

Hoje, Dia Internacional do Fascínio das Plantas

18.05.21, Alice Alfazema
Fotografia David Germano, Erva-borboleta.   Hoje descobri que é o Dia Internacional do Fascínio das Plantas, interessante esta designação, e por coincidência, nestes longos meses em que não pudemos usufruir completamente do nosso tempo, dediquei-me a observar e a fotografar as flores que encontrei nas redondezas da minha casa. Foi um fim de Inverno e um começo de Primavera mágicos, preenchidos com novos conhecimentos, recordações de infância e agradáveis surpresas vividas (...)

25 de Abril

2021

24.04.21, Alice Alfazema
Se pudesses escolherque cor darias à liberdade? Tens a certeza?Mesmo depois de te ensinarem quevermelhos são os campos,verdes são os lírios eazul é a tempestade? A tua liberdadeé do tamanho do livre-arbítriomultiplicado pela vontade. Nunca uma coisa tão realfoi tão infinitae nunca o infinitofoi tão limitadopara se tornar essencial. Anda, vem brindar connosco;— quem é livre de festejartoma a sua liberdade por gosto!      Poema de Ricardo Jorge Claudino

15

O coro infantil mollmäuse & FRIENDS

15.03.21, Alice Alfazema
  Portugal, meu amigo! Portugal, mein Freund!   Mein Freund, ich habe gelesen, wie es dir geht, wie es um dich steht, Mein Freund, ich bin ganz erschüttert, in Gedanken bin ich bei dir, in einem Gebet. Doch selbst ein Vogel mit gebrochenem Flügel braucht Zeit, bis er wieder fliegt, der Sonne entgegen, den Schmerz besiegt.   Estarei com você até você voar novamente, Ich bleibe bei dir, solange bis du wieder fliegst.   Estou perto de ti, com certeza, Estou perto de ti! (...)

Lá fora

cá dentro

10.02.21, Alice Alfazema
Ilustração Virginia Gayarre   Fico sempre maravilhada com o avanço da ciência, e com o esforço de muitas mentes que trabalham para a descoberta de medidas eficazes para o bem comum. Agradeço o esforço de muitos outros que têm estado sempre presente para nos informar, tomar decisões, reunir estratégias, ou fazendo o trabalho prático que é necessário para manter a engrenagem humana a funcionar. Admiro todos os que estão em teletrabalho, cuidando ao mesmo tempo dos filhos, e (...)