Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

#diariodagratidao 20-01-2019

20.01.19, Alice Alfazema
  Hoje é domingo, e como sempre aos domingos a miúda ensaia cá em casa na sua flauta transversal, isto acontece quase sempre que estou a tomar um duche, enquanto isso ela toca, faz vibrato e toca. Sei que poucas pessoas se podem dar a um luxo destes, ouvirem um concerto ao vivo enquanto se banham.    Hoje estou grata por ter este privilégio, é aproveitá-lo antes que se acabe.        Flautista Yeojin Han    

A minha filha

25.05.18, Alice Alfazema
  Ilustração  Olesya Serzhantova   Olhei para a miúda gira em que se tinha tornado. Mantinha o mesmo sorriso de sempre, grande e aberto ao mundo. Aquele ser tinha saído de dentro de mim, serena e chorona ao mesmo tempo, molengona e simpática, organizada e persistente, com um sentido crítico muito apurado, uma visão do mundo muito humanista e ecologista. Moderna e vaidosa, cuidadosa, prática e amiga.   Olhei para ela ali naquele palco e encantei-me com aquele som que vinha de (...)