Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Família

23.09.20, Alice Alfazema
Ilustração Olga Peganova   Como se define o que é família? Quem é parente? Quem está presente? Quem cuida? Quem é da mesma espécie? Ou são os laços visíveis e os invisíveis que nos unem e nos transformam em família? Mesmo que não sejamos do mesmo sangue ou até da mesma espécie.  Parece haver um fio condutor que nos une e nos leva àquilo que pode ser família, mesmo que não estejam reunidas todas as condições que a sociedade  impõe para a designação do termo (...)

Bolo de bolacha

17.05.20, Alice Alfazema
  E eis que neste final de dia recebo este bolo, feito pela minha sobrinha e pelo meu cunhado, zero calorias, pelo menos para mim, que só vi a fotografia, esforcei-me tanto a ensinar como se faz o doce de ovos e a paga é esta! E cruéis como são, ainda me mandaram outras a comerem-no. Gente malvada e sem coração, mas a vingança é terrível, e de agora em diante não mais se livrarão de animar as mesas das próximas festas.  

Chá de violetas (1)

Carolina

21.04.20, Alice Alfazema
  Esta chávena pertenceu à minha avó Carolina, é de porcelana levíssima, tão leve que quando a levantamos  temos de estar a olhar para ela para não perder a sensação daquilo que se tem na mão, hoje e pela primeira vez bebi um chá nela, não sei se alguma vez teria sido usada, talvez nalguma visita que a minha avó tenha recebido, quem sabe se não foi a da sua amiga de longa data a Rosalina, a Ti Rosalina de Olhão, loira de pele clara e com as faces coradas, sempre bem (...)