Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

ūüíč Feliz Natalūüíč

25.12.19, Alice Alfazema
¬† N√£o haveria nada mais f√°cil no mundo das hist√≥rias que escrever um conto de Natal com Menino Jesus ou sem ele, se n√£o fosse dar-se o caso de que uma crian√ßa que nasce est√° sempre nascendo. ¬† ¬† O nosso grande erro, esquecidos como em geral andamos das inf√Ęncias que vivemos, foi pensar que as crian√ßas nascem uma √ļnica vez e que depois de nascidas se limitam a ficar √† espera de que o tempo passe e as transforme em adultos, os quais, como dever√≠amos saber, constituem uma (...)

Dezembro - Dia 18 - Casa

18.12.19, Alice Alfazema
  Ilustração  Ann December   A tua casa é o teu mundo primário, o teu ninho, o teu porto de abrigo. Se isso não acontecer, sai daí, e procura outro lugar. Não fiques onde estás doente. Constrói de novo, como fazem os pássaros a cada ano, não penses em demasia, no tempo da construção, constrói sempre, mesmo que esteja a chover, ou vento, ou dia de muito sol. Depois descansa. Aproveita. 

Nova etapa

08.09.19, Alice Alfazema
√Č um dia cheio de praia, √°gua boa, sabor a sal, pele tostada pelo sol, areia a perder de vista, calor e mar, risos na toalha, √°gua e bolachas, pranchas e barriga esfolada.¬† ¬† ¬† ¬† √Č um dia onde me revejo, e olho de forma a acomodar mem√≥rias, os tr√™s na √°gua como h√° muito tempo e eu na toalha, o tempo passou, mas o essencial¬†ficou. A vida tr√°s a vida leva, tal como o mar. V√£o-se uns e ficam outros. Come√ßa-se e acaba-se. Vejo-me ent√£o na primeira linha, o que guardo j√° (...)

Conversas da escola - A senhora

08.08.19, Alice Alfazema
A senhora veio à escola para colocar o processo do seu menino em dia e deixou o menino lá numa mesa entretido com o telemóvel dela. Veio até mim e disse-me, com uma voz nasalada e calma, que o menino quando está sozinho ninguém dá por ele e que às vezes até o tem de procurar pela casa. O menino continuava a brincar com o telemóvel, estava entretido, sossegado. Um encanto. Depois a senhora desliza suavemente, os seus passos são pequenos, e bandoleando-se dirige-se na (...)

A minha família é uma animação

24.07.19, Alice Alfazema
Ilustra√ß√£o¬†Gina Matarazzo ¬† Estava um dia ameno de Ver√£o, era hora de almo√ßo e com√≠amos calmamente, sem pressas, porque as f√©rias se querem vagarosas.¬† ¬† - √ď tia, quando eu morrer quero ser cremada, mas antes t√™m de p√īr-me dentro da barriga um saco cheio de milho pipocas. - Boa ideia! Quando sa√≠res¬†do forno fazem uma festa, mas o melhor √© porem tamb√©m um saco de a√ß√ļcar... - Pois √©, assim ficam caramelizadas! ¬†

#diariodagratidao 16-06-2019

16.06.19, Alice Alfazema
¬† Cansamo-nos de tudo, excepto de compreender. O sentido da frase √© por vezes dif√≠cil de atingir. Cansamo-nos de pensar para chegar a uma conclus√£o, porque quanto mais se pensa, mais se analise, mais se distingue, menos se chega a uma conclus√£o. Ca√≠mos ent√£o naquele estado de in√©rcia em que o mais que queremos √© compreender bem o que √© exposto ‚ÄĒ uma atitude est√©tica, pois que queremos compreender sem nos interessar, sem que nos importe que o compreendido seja ou n√£o (...)

Conversas da escola - O quarto filho

03.11.18, Alice Alfazema
Rapaz j√° grandote: ¬† - Hoje a fila est√° muito lenta, n√£o h√° despacho... - Temos falta de pessoal. - A minha m√£e √© que devia de vir para aqui. - Ent√£o ela que venha. - Mas ela j√° trabalha. - E faz o qu√™? - Trabalha numa loja, ela j√° n√£o tem paci√™ncia para aturar mi√ļdos. - Pois... - Com tr√™s filhos... - Eh l√°! - Tem de aturar tr√™s filhos e o meu pai!

A irm√£ mais querida do mundo

06.08.18, Alice Alfazema
¬† Na sexta feira passada aconteceu um acidente em minha casa. Eu e meu marido fomos sair √† noite e "os mi√ļdos" ficaram em casa. Estava uma noite quente de Agosto e chegamos j√° tarde. Em casa estava tudo pac√≠fico, calor, muito calor, o c√£o estava esticado no ch√£o e os rebentos no sof√°.¬† ¬† - Mas o que √© que aconteceu? - Ele pediu-me para lhe cortar o cabelo e eu j√° estava irritada...n√£o vi que aquilo estava no pente zero e z√°s... - Estava t√£o bom o penteado e ela teve de (...)