Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Conversas da escola - 3º dia de aulas

20.09.19, Alice Alfazema
No princípio da manhã: - Pode-me dar um chazinho, porque me doí a barriga. - Sim. - Obrigada. - Toma lá, se quiseres mais vem cá outra vez.   A meio da manhã: - Quero mais um chá.   Antes do meio-dia: - Quero outro chá.   Depois do meio-dia: - É mais um chá.

Marcar férias

23.03.19, Alice Alfazema
  Tenho até ao final do mês de Março para marcar as minha férias. Dão-me todos os anos um impresso, com os dias de férias a que tenho direito. Depois do cabeçalho e da informação dos dias a gozar tenho um espacinho para colocar o período de férias que quero, por baixo tenho um rectângulo maior onde devo colocar a morada da minha residência de férias, por norma coloco: Maldivas, Caraíbas, mas este ano vou colocar Antárctida, nº pinguim 24.     As fotografias são de (...)

Conversas da escola - Os carros

14.02.19, Alice Alfazema
É cedo, os miúdos estão nas aulas, os adultos vêm comer o pequeno almoço, eu tiro cafés e ponho manteiga no pão, algumas colegas queixam-se de dores, dizem que têm exames para fazer, a minha chefe: - Eu não percebo, eu não tenho dores, vocês é só exames. Eu tentando explicar-lhe: -  As pessoas já tem uma certa idade...isto é como os carros, precisam de manutenção, imagina um carro com cinquenta anos, é um carro velho. - Há carros e carros, há carros velhos que andam (...)

#diariodagratidao 05-02-2019

05.02.19, Alice Alfazema
  No meu trabalho temos uma sala destinada aos auxiliares, é onde almoçamos e descansamos durante a hora do almoço. Existe uma mesa redonda ao centro da sala, uns sofás, um frigorífico, uma televisão, um micro-ondas e alguns cacifos. Aquela mesa como é redonda chega sempre para mais um, mas aquilo que quero referir hoje aqui é o facto de aquela mesa ter quase sempre alguns mimos em cima dela. São mimos trazidos pelas colegas que os colocam ali naquele poiso central. Muitas vezes (...)