Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Marcar férias

23.03.19, Alice Alfazema
  Tenho até ao final do mês de Março para marcar as minha férias. Dão-me todos os anos um impresso, com os dias de férias a que tenho direito. Depois do cabeçalho e da informação dos dias a gozar tenho um espacinho para colocar o período de férias que quero, por baixo tenho um rectângulo maior onde devo colocar a morada da minha residência de férias, por norma coloco: Maldivas, Caraíbas, mas este ano vou colocar Antárctida, nº pinguim 24.     As fotografias são de (...)

Conversas da escola - Os carros

14.02.19, Alice Alfazema
É cedo, os miúdos estão nas aulas, os adultos vêm comer o pequeno almoço, eu tiro cafés e ponho manteiga no pão, algumas colegas queixam-se de dores, dizem que têm exames para fazer, a minha chefe: - Eu não percebo, eu não tenho dores, vocês é só exames. Eu tentando explicar-lhe: -  As pessoas já tem uma certa idade...isto é como os carros, precisam de manutenção, imagina um carro com cinquenta anos, é um carro velho. - Há carros e carros, há carros velhos que andam (...)

#diariodagratidao 05-02-2019

05.02.19, Alice Alfazema
  No meu trabalho temos uma sala destinada aos auxiliares, é onde almoçamos e descansamos durante a hora do almoço. Existe uma mesa redonda ao centro da sala, uns sofás, um frigorífico, uma televisão, um micro-ondas e alguns cacifos. Aquela mesa como é redonda chega sempre para mais um, mas aquilo que quero referir hoje aqui é o facto de aquela mesa ter quase sempre alguns mimos em cima dela. São mimos trazidos pelas colegas que os colocam ali naquele poiso central. Muitas vezes (...)

#diariodagratidao 04-01-2019

04.01.19, Alice Alfazema
  Ilustração Kirsty Templeton Davidge   Hoje estive a observar as pessoas, ou melhor o sorriso das pessoas. Todos os dias trabalho com muitas pessoas, dou-me com muita gente e quantos sorrisos recebo por dia? Muitos. Posso afirmar que hoje estou grata por ter algumas dezenas de sorrisos para mim  a cada vinte e quatro horas. Quem se pode dar ao luxo de desperdiçar isto?          

Jumenta do Maghreb

08.04.18, Alice Alfazema
  Produtos do Maghreb num supermercado de Bruxelas   Roubei esta fotografia ao Jumento, achei piada eu também me sentir uma jumenta quando vejo o meu recibo de ordenado e sentir que estou a um passo do Maghreb a cada dia que pico o ponto. O que me salva são as carcaças que como com manteiga dos Açores.        Alice Alfazema