Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

O país que valoriza o f

favores, facilidades, futilidades, fisco, fraude...

04.02.20, Alice Alfazema
    Portugal é um país de facilidades e de favores, de futilidades bacocas. Fiquei a saber por estes dias, que somos o contentor de lixo da Europa, que "os aterros de Azambuja (Ribatejo) e de Ota (Alenquer), no distrito de Lisboa, vão receber 79 mil toneladas de resíduos do estrangeiro até finais de Janeiro de 2021, conforme acordos celebrados pelo Estado português com outros países", e que o preço por tonelada de lixo custa “cerca de 11 euros, quando esse valor se situa (...)

Um Natal no Rio

15.12.19, Alice Alfazema
Era uma vez um Rio, que corria de Sul para Norte, passava por serras, montes e vales, e vinha desaguar a um estuário que tinha como fim um Oceano imenso. Esse rio era manso e azul, "em certos dias tinha mesmo a cor do céu", as suas margens eram gémeas e nele viviam muitos animais. Tinha uma das pradarias marinhas mais importantes do país, onde nasciam as mais variadas espécies, e que serviam também para alimentar e proteger os golfinhos que por lá viviam, as pessoas que por ali (...)

Uma pergunta por dia:Quais são as funções do Presidente da República?

03.07.13, Alice Alfazema
Expliquem-me devagarinho...   “Demitidos” O Gaspar se demitiu E o Portas assistiu No dia seguinte saiu O governo não caiu Aguenta de pedra e cal A comandar Portugal Alta missão estatal Por mandato eleitoral Demitido pelo povo No Marquês de Pombal Gritou em manifestação Mas nada trouxe de novo Ao nosso país real Pois era tudo ficção. Resposta do Poeta Zarolho   Uma pergunta por dia até ao final do (...)