Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Problemas

22.10.20, Alice Alfazema
  Ilustração Mia Gould   Os problemas são curvos, contorcidos e retorcidos, cada curva a mais agudiza o problema e enaltece quem fala dele. Um problema resolvido é um problema. O que fazemos sem um problema? Como podemos confraternizar se não tivermos um problema? O problema é mais procurado pela causa do que pela sua solução. Enquanto há problema há vida.    

À espera

16.03.20, Alice Alfazema
  Ilustração Celene Petrulak   Há uma tempestade acima de nós, no entanto o sol continua a brilhar. Levamos então as nuvens brancas e fofas ao colo, são sonhos macios e leves. Cuidado! Cuidado! Muito cuidado. O vento sopra com força. Embalemos devagar o dia-a-dia. O silêncio é agora estranho, tal como o silêncio antes de um relâmpago. Surdo, opaco e denso. As ruas estão vazias, como nas tempestades raivosas, onde todos se abrigam à espera da bonança.