Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

De olhos fechados

30.11.20, Alice Alfazema
Ilustração Albert Henry Collins   De olhos fechados olho o espelho, vejo muito mais do que a imagem reflecte. Esse alcance pertence-me. Aparentemente ninguém à minha volta dá por isso. A imagem mental que vejo é por enquanto inatingível, em breve ela ficará reflectida no espelho.