Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Dezembro - Dia 4 - Razão

04.12.19, Alice Alfazema
Ilustração Carole Hénaff   Descobrir a razão é um caminho árduo, reflectir sobre o que somos e queremos é como arrancar a pele e vestir outra. Nada de novo, mas custa tanto. A razão e a mudança andam de mãos dadas, unidas pelo pensamento. O de cada um aliado ao outro, ou talvez não. A razão tem motivos e origens sentidas ao pormenor de cada respiração, em cada uma enches o coração e o espaço que há dentro da tua imaginação.

#diariodagratidao 27-04-2019

27.04.19, Alice Alfazema
  Ilustração Luís Alves     A vida depois de um certo olhar fica melhor, mais aberta, mais atenta, menos apressada, porque os dias são contados, porque podem ser os últimos, tais como os sorrisos e os cafés bebidos com amigos. 

Por baixo

10.03.19, Alice Alfazema
      Minha imaginação é um Arco de Triunfo. Por baixo passa roda a Vida. Passa a vida comercial de hoje, automóveis, camiões, Passa a vida tradicional nos trajes de alguns regimentos, Passam todas as classes sociais, passam todas as formas de vida, E no momento em que passam na sombra do Arco de Triunfo Qualquer coisa de triunfal cai sobre eles, E eles são, um momento, pequenos e grandes. São momentaneamente um triunfo que eu os faço ser.     O Arco de Triunfo da minha (...)

Natureza das coisas

22.09.10, Alice Alfazema
Vazia e calma e livre de si É a natureza das coisas. Nenhum ser individual Na realidade existe.     Não há fim nem princípio, Nem  meio. Tudo é ilusão, Como numa visão ou num sonho.     Todos os seres do mundo Estão para além do mundo das palavras. A sua natureza última, pura e verdadeira, É como a infinidade do espaço.   Buda      

Praia

03.08.10, Alice Alfazema
  A maré está vazia, a praia tornou-se grande...Todas as oportunidades são assim. Numa maré vazia, o espaço para ideias cresce, e à medida que elas se formam e ocupam o espaço vazio...a maré vai enchendo para se tornar num mar de oportunidades!   Há tanto para aprender com a Natureza!!!